O que é a Portabilidade de Crédito

A partir do dia 5 de dezembro de 2017 passou a valer as novas regras de portabilidade de crédito, financiamentos e leasing em todo o país. Com as novas regras, o consumidor encontrará mais facilidade em transferir suas dívidas para outra instituição financeira, a fim de encontrar melhores condições e taxas para liquidá-las.

Caso você tenha dívidas relacionadas a um empréstimo ou financiamento de bens e queria mudar de banco para renegociar a dívida, a portabilidade de crédito poderá te ajudar nessa situação.

O que é Portabilidade de Crédito


A portabilidade de crédito é a possibilidade de transferir operações de crédito, como financiamentos e empréstimos, para outro banco, por iniciativa do cliente. Ao realizar a transferência, a instituição financeira que receberá o crédito liquidará a dívida, pagando tudo que é devido para o banco onde o cliente fez o empréstimo/financiamento.

Nesse momento, as dívidas passam a ser administradas por esse novo banco. Assim, o cliente poderá negociar novas taxas e condições para que as prestações possam caber em seu orçamento.

Para realizar a transferência, será necessário solicitar o valor total da dívida na instituição antiga. Com essas informações em mãos, o cliente deverá procurar por um banco que aceite a portabilidade de crédito e negociar com a antiga instituição financeira.

Benefícios

O maior benefício relacionado a portabilidade de crédito é a possibilidade de obter juros e taxas menores em uma dívida, como empréstimo ou financiamento de bens. O consumidor troca uma dívida alta por outra mais barata, facilitando assim o processo de liquidação das dívidas.

Caso o novo banco aceite “comprar a dívida”, a antiga instituição financeira não poderá se negar a fazer a portabilidade, tampouco cobrar por isso. O que garante mais flexibilidade ao consumidor na hora do planejamento financeiro.

Cuidados ao fazer

Contudo, alguns cuidados precisam ser levados em consideração antes de fazer a portabilidade. O Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) listou algumas dicas e cuidados que os consumidores deverão tomar ao portar seu crédito. Confira:

• Exija todas as informações relacionadas ao empréstimo/financiamento, como o Custo Efetivo Total (CET) detalhado e o contrato do banco que vai portar o seu crédito

• A liquidação da dívida com o banco antigo deverá ser realizada pela nova instituição financeira, e não pelo consumidor

• A imposição da contratação de qualquer outro serviço pelo novo banco é ilegal. Essa prática é conhecida como venda casada

• Caso o banco antigo impuser sanções, como a proibição de benefícios, denuncie a prática pois essa ação também é ilegal

Bancos que aceitam a portabilidade de crédito

Os bancos não são obrigados a aceitar a portabilidade, porém a maioria das instituições financeiras acatam a prática. Os principais bancos como Itaú, Banco do Brasil, Satander, Bradesco e Caixa Econômica Federal aceitam portar créditos de instituições financeiras.

Caso você esteja querendo portar o seu crédito, pesquise e veja quais são os bancos que oferecem as melhores opções, como taxas e juros.

Se você ficou com alguma dúvida relacionada a portabilidade de crédito, ou uma experiência para compartilhar, deixe um comentário e participe da conversa!

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here